quarta-feira, 22 de novembro de 2017

GRUPO SE TOQUE REALIZA OFICINAS DE ARTESANATO

Nas tardes de terça-feira mulheres do Grupo Se Toque estão realizando em novembro 2017 oficinas de artesanato.
Gratuitamente a professora Meire está ensinando como decorar garrafas, como trabalhar com E.V.A., como fazer lembranças natalinas.

ntervenção minimamente invasiva traz avanços para cirurgia urológica

Novembro é o mês dedicado à conscientização e combate ao câncer na próstata. No entanto, tumores em outros órgãos do aparelho urinário, como rim e bexiga, têm se tornado comuns e merecem atenção. O câncer de rim está entre os 10 tipos de cânceres mais comuns entre homens e mulheres. A incidência da doença na bexiga foi de 9.670 casos em 2016, sendo 7.200 em homens e 2.470 em mulheres, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

De acordo com o coordenador do Serviço de Urologia do Hospital Cárdio Pulmonar, o urologista Lucas Batista, o cigarro está entre as causas mais comuns dos dois tipos de tumor. “O câncer de bexiga está associado diretamente ao tabagismo. Esse é um tumor grave, pois a progressão é rápida”, destacou o médico.
De acordo com o Inca, fumantes têm uma chance 440% maior de desenvolvê-lo, enquanto ex-fumantes têm 250%. Isso porque o tabaco contém agentes cancerígenos que são excretados pela urina, passando por todo o sistema urinário.

Além do fumo, os tumores de rim têm entre suas causas também a insuficiência renal crônica com necessidade de hemodiálise, a hipertensão e doenças genéticas. “A incidência desse tipo de tumor tem crescido bastante, mas o diagnóstico precoce possibilita a preservação do rim, permitindo a retirada somente do tumor”, destacou o especialista.

Minimamente invasiva
 
Outra boa notícia, de acordo com Lucas Batista, é que a cirurgia de ambos os casos foi simplificada com o advento da técnica minimamente invasiva. “Hoje, o HCP é referência na realização de cirurgias urológicas minimamente invasivas. Contamos com o Centro de Cirurgias Oncológicas em Urologia no qual intervenções em bexiga, próstata, rim e glândulas suprarrenais são feitas sem corte. Conseguimos levar todos os resultados da cirurgia aberta para a minimamente invasiva, aliando ainda as vantagens do método sem corte”, afirmou o médico.

Rápida recuperação do paciente, redução do tempo de internamento e consequente queda do risco de infecção, além da diminuição significativa do tamanho da incisão, que passa de 10cm para algo entre 1 e 2cm, são algumas das vantagens do método minimamente invasivo.

“A maioria dos pacientes retorna às atividades em 15 dias. Na cirurgia aberta, esse tempo de recuperação é de 30 dias, em média. Outra vantagem para o paciente é ter menos dor, com consequente redução no uso de analgésicos, sangramento reduzido e menor tempo de internação”, enumerou Lucas Batista.

Fonte: http://bahiaja.com.br/saude/noticia/2017/11/21/intervencao-minimamente-invasiva-traz-avancos-para-cirurgia-urologica,105583,0.html

domingo, 19 de novembro de 2017

GRUPO SE TOQUE DISTRIBUI ALIMENTOS PARA PACIENTES NA QUIMIOTERAPIA DO SUS

Durante a campanha Outubro Rosa 2017, o Grupo Se Toque recebeu doações de alimentos (feijão, arroz, óleo, biscoito, etc) e formou "KITS" que foram distribuídos a pacientes e ou acompanhante na quimioterapia do SUS. O objetivo é colaborar com a alimentação dessas pessoas, sempre na filosofia do Grupo Se Toque que busca repassar aos pacientes o que recebe de doação. Cada pessoa foi selecionada/entrevistada e  assinou um formulário de recebimento dos alimentos.

GRUPO SE TOQUE PARTICIPA DE ATIVIDADE DA COOPEC - DIA C

Para marcar o Dia C - Dia de Cooperar e o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito, a Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Funcionários da Ceplac (COOPEC) realizou dia 10.11.17 no Lar Fabiano de Cristo, uma manhã de atividades esportivas, culturais e de saúde para os moradores do Núcleo Habitacional da Ceplac.
O Grupo Se Toque esteve presente e realizou serviço de orientação sobre o auto-exame da mama.

CONFRATERNIZAÇÃO COM ESTUDANTES DA UNIME DO CURSO DE ENFERMAGEM

DIA 09.11.17 pela manhã foi marcada por um momento muito lindo: o reencontro dos estudantes do sexto semestre do curso de enfermagem da Unime que sob a coordenação de seus  professores foram responsáveis pela realização do Seminário Outubro Rosa no dia 21.10.17.
Foi um momento de agradecimento a Deus, de recebimento dos alimentos (leite e achocolatado) arrecadados no Seminário e que serão utilizados no Café com Amor que é servido a pacientes e acompanhantes na quimioterapia do SUS.
Em clima de confraternização, na sede do Grupo Se Toque, houve um café da manhã, preparado por esses alunos. Tudo muito bem feito e muito saboroso!

CAFÉ COM AMOR

Cfé com amor é uma oportunidade de encontro, acolhimento e troca entrenmembros do Grupo Se Toque e pacientes no serviço de quimioterapia do SUS. Ocorre semanalmente e conta com a participação de pessoas muito especiais: são os voluntários que doam materiais para elaboração do mingau, café, chá, bolos e pães, como também da equipe que prepara e serve esse lanche.

AGRADECIMENTOS A TODOS QUE CONTRIBUIRAM PARA O OUTUBRO ROSA

À Deus que nos permitiu realizar mais uma campanha;
À população das comunidades que nos acolheu;
Às empresas:
Clínica ONCOSUL;
Distribuidora Expressa;
                     
LAP Laboratório;
UNICRED
Escola Edith Rodrigues
Unime -  Professores e Estudantes do curso de enfermagem - 6º semestre
New Bike
Biosanear
Adolescentes do Programa Jovem Aprendiz
Igreja Batista da Califórnia
Grupos de Ciclismo: Amigos das Trilhas, Ciclo Bike \grapiuna, K-Brutas, Pedal Bom, Pé de Cana, Pedal Livre
Clube da Fraternidade
Igreja Batista Jardim Alamar
Àguia Branca - Sr. Gilmar